Quinta-feira, 8 de Novembro de 2007

moedinha ou prejuizo

Estava eu a trabalhar sossegadita quando entra pela porta dentro uma senhora que me pede uma moedinha. Por principio nao dou esmolas a ninguem. A minha vida tambem nao anda nada facil, e esforço me imenso para conseguir ter o que tenho. Acredito que muitas pessoas passam dificuldades  e vivem na rua, tenho imensa pena delas, é dolorosa ver essa realidade. Sei que cada vez mais as pessoas vivem com mais dificuldades.

Nao dou moedas porque por inumeras vezes reparei que nao é para comer que utilizam o dinheiro que a nós nos custa a ganhar. utilizam no para drogas, tabaco e afins. Por isso nao dou. Se eu estiver a comer algo e me pedirem dou e nao me custa nada, dinheiro é que nao. Quando era miuda um senhor de idade pedia á porta da igreija e toda a gente lhe dava uma esmola, ao fim de algum tempo descobri que ele tinha uma moradia com tudo do melhor, varios terrenos e vivia de casas arrendadas. Fiquei lhe com um "pó"... Para ele tornou se um habito pedir. Há uns meses uma senhora pediu por tudo para lhe dar dinheiro, que tinha um sobrinho que precisava da operaçao e tal.... dei lhe 5 euros. Passados uns meses descobri que era tanga. Que revolta!!!"

ontem a tal senhora que veio ca á lojinha depois de lhe dizer que nao podia dar ela simplesmente disse: - Depois se lhe vierem ca roubar, temos pena!!!!

Acham normal?? Ja nao basta os arrumadores ameaçarem nos de arranhar o carro, agora esta...

Nao me arrependo de nao lhe ter dado. Com a sua frase final so me deu razao, nao era merecedora de dinheiro nenhum, era má pessoa. Sei que por uns pagam os outros, que existem pessoas que um pouco de nos para eles é uma fortuna. Optei por dar roupas e  coisas do genero.. parece me melhor!!!!!

sAndRa às 18:45
| Adicionar aos favoritos
De daplanicie a 10 de Novembro de 2007 às 16:13
Por aqui pululam esse tipo de parasitas nos estacionamentos dos supermercados e sarrazinam-nos a cabeça desde que saímos do carro até entrarmos e vice-versa e têm o grande defeito de não entenderem que um Não é realmente um Não.
Também não dou dinheiro a ninguém porque não alimento as desgraças de ninguém. É uma praga dos tempos modernos...
Beijinhos


De sAndRa a 10 de Novembro de 2007 às 17:29
ola
na semana passada uma miuda cigana mete se atras da rua de tras do carro da minha mae, porque ela nao lhe dava uma moeda. imaginas a preocupaçao dela.... enfim
bom fim de semana
beijinhos


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




Um poukito de mim

 

Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
30
31


Divagaçoes

fim

nem sei bem

teste do gelado

realizaçao total será?

o misterio da pascoa

mês do carro

O Empréstimo

Sem medo

Crescem bem as crianças?

rumo errado

acreditar

E derrepente um anjo

ja há chantily

New York

tao longe de mim

inimigas de nós mesmas

dia dos namorados

22:30

pézito

tou parvinha

linha SOS amiga

Indio

bodas de ouro

Ikea

...

nhac...

Tudo tem um porquê

receitas

maus tratos

ponderaçao

tristita

+ktudo

Irrita me

domingo

vertigem

ups

as nossas leis têm uma gr...

alegria ou talvez nao

deita para tras

mais um

costumas dizer "amo-te"?

So podem ser 5 estrelinha...

Natal

vai vai e nao voltes hi

...

bidu bidu

Alccol

fé... um pouco á deriva

...

lutarei

Peças do meu puzzle

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

blogs SAPO

subscrever feeds