Terça-feira, 29 de Janeiro de 2008

Tudo tem um porquê

 

 

 

Muitas vezes já pensei que foi uma loucura ter saído de casa dos meus pais aos 20 anos.

Saí e voltei depois de 5 anos.. Perdi  imenso dinheiro porque pagar casa não é fácil. Passei por momentos que não estava preparada. Fui imatura, orgulhosa, arrisquei sem o minímo de cautela. E agora cá estou eu no mesmo quarto que jurei nao voltar mais. Por circunstâncias que não foram as melhores, vendi a casa e voltei a sentir me menina. Estranho no inicio conviver com meus pais e a situação me fazia sentir que estava a dar um passo atras na minha vida.

 

 

Hoje ao ler um artigo, referia que muitas mulheres por volta dos 35 anos sentiam a falta de viverem para si, só para si. Sem terem de obdecer e respeitar os pais. Sem terem de fazer jantar para os maridos, sem os filhos para cuidar. E gostavam de viver o que eu já vivi.

Nao sentirei essa sensaçao quando chegar a essa altura.

Fui muito bom chegar a casa  tirar os sapatos, nao ter que jantar sem vontade nem ter que cuidar de ninguem. Chegar comer um iogurte com cereias. Ter o prazer de tomar banho sem tempo limitado. Ter tempo para usar todos os cremes imaginários. almoçar ás 16H, jantar ás 23H. Passar a roupa quando se precisa, arrumar quando achar que sim e a pachorra aparecer.

Ler um fantástico livro sem ninguem interromper. Dançar de uma maneira mais sexy ou mais louca, com música que me apatece. Comer comidas estranhas sem ninguem perguntar "vai comer isso?". Sair ás 2H da manhã para tomar café. Fumar um pensativo cigarro com um copo de bailles, vendo as nuvens e escuridão, pensar na vida. Sonhar com um Futuro lindo...

Tudo tem um porquê!!

Era para me tornar  a pessoa que sou hoje.

Precisava desta experiência, para  não sentir falta desta experência mais tarde.

sAndRa às 18:45
| Adicionar aos favoritos
De Ana Boaventura a 30 de Janeiro de 2008 às 16:02
Tudo o que nos acontece, tem a sua razao de ser, quanto mais não seja como tu escreves, conseguires dar valor e sentir falta disso.
Pelo menos comigo entre os dezoito e vinte e três mais coisa menos coisa é a idade da parvoice, achamos que somos adultas mas só fazer asneiras de meninas lolol


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




Um poukito de mim

 

Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
30
31


Divagaçoes

fim

nem sei bem

teste do gelado

realizaçao total será?

o misterio da pascoa

mês do carro

O Empréstimo

Sem medo

Crescem bem as crianças?

rumo errado

acreditar

E derrepente um anjo

ja há chantily

New York

tao longe de mim

inimigas de nós mesmas

dia dos namorados

22:30

pézito

tou parvinha

linha SOS amiga

Indio

bodas de ouro

Ikea

...

nhac...

Tudo tem um porquê

receitas

maus tratos

ponderaçao

tristita

+ktudo

Irrita me

domingo

vertigem

ups

as nossas leis têm uma gr...

alegria ou talvez nao

deita para tras

mais um

costumas dizer "amo-te"?

So podem ser 5 estrelinha...

Natal

vai vai e nao voltes hi

...

bidu bidu

Alccol

fé... um pouco á deriva

...

lutarei

Peças do meu puzzle

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

blogs SAPO

subscrever feeds